Na manhã desta terça-feira (17), sob a condução do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo, a Mesa Diretora aprovou, durante reunião ordinária, emenda ao projeto substitutivo que trata da implantação do sistema híbrido de votação, a ser apreciado na sessão plenária desta quarta-feira (18).

A emenda permite que o voto seja realizado verbalmente diante de uma possível dificuldade de conexão encontrada pelo parlamentar. “Esta emenda ao projeto substitutivo acaba sendo mais uma medida de segurança, que possibilita também o voto verbal quando for necessário”, explica Ernani Polo.

De acordo com o projeto, o novo modelo híbrido permitirá que parte dos deputados esteja no plenário durante as sessões enquanto outros participem das votações remotamente para evitar aglomerações. No sistema criado especialmente para as votações, cada parlamentar também pode registrar presença e conferir a lista de projetos que serão votados na sessão. A ferramenta permite ainda a verificação de quórum, informa os dados dos projetos apreciados, além do resultado da votação.