Deputado Ernani Polo reiterou pleitos ao presidente Cláudio Coutinho em Teleconferência, com demais parlamentares, na manhã desta segunda feira (27)

O presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, participou, na manhã desta segunda feira (27), de videoconferência com deputados estaduais, a fim de atualizar as medidas que a instituição financeira está tomando para atender setores da sociedade gaúcha afetados pela crise do coronavírus. Os parlamentares buscaram informações sobre como se dará a prorrogação de parcelas de empréstimos consignados e também quais as ações de atendimento a diversos setores, como autônomos, empreendedores, músicos e aos profissionais da classe artística em geral, que da mesma forma estão sofrendo muito devido a paralisação de shows e apresentações.

O deputado Ernani Polo também reitera a preocupação com os produtores afetados pela forte estiagem que assola o RS

“Estamos enfrentando problemas graves, como a seca, que precisa de ações imediatas e também a viabilização de medidas para atender os agricultores, que tiveram muitas perdas. Com relação também demais setores importantes afetados pela crise do Corona Vírus, é fundamental construir linhas de crédito para atender as pessoas individualmente, os informais, os autônomos, que ficaram sem trabalho na área cultural e também artística. É importante criar algumas condições para atender o setor por exemplo da música, que ficou sem atividade, além também dos empreendedores que precisam de apoio em linhas de crédito para fazer uma ponte, uma travessia nesse momento difícil”, destacou o deputado Ernani Polo.

O presidente do Banrisul afirmou que toda a equipe do banco está trabalhando para atender as mais diversas demandas que surgiram devido a crise do coronavírus, em especial a área da saúde, mas também aos afetados pela estiagem. Cláudio Coutinho disse que a instituição está estudando formas de poder contemplar os autônomos, profissionais liberais e classe artística. Porém pontuou que o banco precisa de garantias para poder viabilizar crédito a fim de ter um retorno futuro de possíveis empréstimos, respondendo a solicitação de parlamentares que pediram um produto específico do Banrisul a este setor. Sobre os empréstimos consignados a servidores, Coutinho afirmou que o banco está empenhado nesta demanda para atender as cerca de 180 mil matrículas existentes no RS e que o valor será repactuado em 3 parcelas, a serem diluídas ao longo do período contratado pelo empréstimo, com a mesma taxa de juros do contrato firmado.

Ficou acertado que os deputados que desejarem reforçar pleitos ou adicionar novas demandas relacionadas as linhas de crédito que encaminhem a solicitação a Comissão de Segurança e Serviços Públicos, que irá enviar ofício ao presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho.