Considerada nas últimas décadas uma das piores rodovias gaúchas, a ERS-118 teve sua duplicação inaugurada pelo governador Eduardo Leite e pelo secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella. O presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, acompanhou a solenidade em que foram liberados 21,5 quilômetros entre a BR-116, em Sapucaia do Sul, e a freeway, em Gravataí. O ato foi realizado no km 4 da rodovia, em Sapucaia do Sul.

O projeto compreende oito faixas, sete viadutos e dois conjuntos de pontes. Para concluir as obras, o governo do Estado contou com financiamento de R$ 131 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). A duplicação era aguardada havia mais de 20 anos. A obra se arrastou por vários governos, com várias interrupções e recomeços nos trabalhos.

Também participaram do ato às margens da rodovia o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, o deputado estadual Mateus Wesp, o deputado federal Lucas Redecker, o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, o suplente de deputado Beto Fantinel, que assumirá no dia 1° na Assembleia, entre outras autoridades.