Diante de uma plateia repleta de autoridades – incluindo o chefe do Executivo gaúcho, Eduardo Leite, ex-governadores, senadores, deputados, secretários, empresários, presidentes de partidos e lideranças regionais -, o progressista Ernani Polo foi eleito para a presidência da Assembleia Legislativa pelo período de um ano. A sessão solene, realizada no plenário 20 de Setembro na manhã desta segunda-feira (3), também definiu a nova Mesa Diretora da Casa até 2021.

Em seu pronunciamento como novo presidente, Polo deixou claro qual será o principal foco de sua gestão: o estímulo à competitividade. “Uma das nossas metas centrais, em plena era digital, é diminuir a burocracia e estimular a simplicidade”, disse o parlamentar.

A ideia, conforme Polo, é mapear e estabelecer indicadores objetivos para que o parlamento possa contribuir com ações que incentivem o desenvolvimento gaúcho. “Que legislação ainda precisa ser modernizada? Em que causas precisamos nos envolver politicamente para estimular o desenvolvimento? O que ainda precisa ser modernizado na estrutura do Estado? O que está ao nosso alcance? O que depende de nós na prática?”, questionou.

O novo chefe do Legislativo gaúcho defendeu que partidos políticos, Poderes de Estado e iniciativa privada façam um esforço conjunto em busca da convergência. “Eu sigo acreditando na moderação como força construtora do bem comum. Juntos, somos muito mais fortes”, resumiu. Ele ainda expôs dados do ranking anual do Centro de Liderança Pública (CLP), que mostra que o Rio Grande do Sul figura na 27ª posição em solidez fiscal, na 18ª posição em infraestrutura e na 11ª em educação.

Em consonância com o processo de gestão compartilhada em vigência no Legislativo, Polo assegurou que manterá iniciativas bem-sucedidas da antiga administração, como o Crescer/RS e a campanha Valores Que Ficam. “Não vou mudar de nome só para chamar de meu; não tem nada mais atrasado do que isso. Os programas são nossos, dos gaúchos – e assim continuarão”, declarou, sob aplausos.

O dia marcado pela posse da Mesa Diretora também serviu para o lançamento do novo slogan que marcará a atual gestão. A simbologia escolhida foi a de um remo, e a frase será “Assembleia Legislativa 2020: atitude para um Rio Grande mais competitivo. Por isso, na Esplanada do Palácio Farroupilha, três remadores do Clube Grêmio Náutico União estavam a postos, ao lado de um barco, para tirar fotos com os presentes. “A atitude muda o mundo. Precisamos de atitude dos políticos, mas também dos demais atores. Atitude de quem tem consciência, de quem tem redes, de quem forma opinião”, afirmou.

Ressaltando sua origem ligada à agricultura, ele finalizou seu pronunciamento com uma saudação ao ex-presidente Luiz Augusto Lara (PTB), aos colegas deputados, ao presidente estadual do Progressistas, Celso Bernardi e à bancada progressista por sua indicação. Por fim, fez uma menção especial à esposa, filhos, pais, familiares, amigos e à equipe de seu gabinete parlamentar.

Composição da Nova Mesa Diretora

Titulares
Presidente: Ernani Polo (PP)
1º Vice-presidente: Zé Nunes (PT)
2ª Vice-presidente: Franciane Bayer (PSB)
1º Secretário: Gabriel Souza (MDB)
2º Secretário: Dirceu Franciscon (PTB)
3ª Secretária: Zilá Breitenbach (PSDB)
4º Secretário: Luiz Marenco (PDT)

Suplentes
1º Suplente de Secretário: Issur Koch (PP)
2ª Suplente de Secretária: Fran Somensi (Republicanos)
3º Suplente de Secretário: Paparico Bacchi (PL)
4º Suplente de Secretário: Carlos Búrigo (MDB)

Fonte: Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul