As chuvas de julho causaram inúmeros prejuízos ao Vale do Taquari, especialmente na infraestrutura e na agricultura. No fim da tarde desta quinta-feira (30), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ernani Polo, intermediou uma reunião virtual de 12 municípios com o secretário estadual de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal.

O presidente da Amvat (Associação dos Municípios do Vale do Taquari) e prefeito de Imigrante, Celso Kaplan, conhecido como Lelo, relatou os prejuízos das cheias, que geraram demanda extra às prefeituras. “As cheias acontecem com frequência, mas foi além do normal. Foram 63 mil pessoas afetadas, sendo 6,5 mil desabrigadas, com quase R$ 65 milhões de prejuízos na infraestrutura e na agricultura”, informou.

O pedido é que o governo do Estado viabilize R$ 4 milhões para as prefeituras recuperarem a infraestrutura de estradas vicinais e da ERS-129, que teve danos com a enxurrada. São 11 cidades do Vale do Taquari (Muçum, Encantado, Roca Sales, Arroio do Meio, Estrela, Lajeado, Cruzeiro do Sul, Bom Retiro Sul, Taquari, Imigrante e Colinas), além da vizinha Santa Tereza.

Gastal pediu que as demandas de cada município sejam oficializadas ao governo do Estado, mas antecipou que já iria verificar se há recursos disponíveis e horas-máquina para auxiliar as prefeituras.