O presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, participou na tarde desta segunda-feira da abertura do 12° Fórum Nacional do Milho, na Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque. O evento teve a mediação do ex-secretário da Agricultura Odacir Klein, membro do Instituto de Pesquisa Gianelli Martins.

A tarde foi marcada pela apresentação do Pró-Milho/RS (Programa Estadual de Produção e Qualidade do Milho), uma demanda das cadeias produtivas do grão, que foi lançado em fevereiro pelo governador Eduardo Leite, em Chiapetta.

Polo avaliou que o programa é um avanço. “A expansão da cultura do milho traz dois resultados positivos: melhoria do solo com a rotação de culturas, e a consequente expansão da produtividade da soja, e mais grãos para a alimentação do setor de proteína animal”, comentou. O RS é o sexto maior produtor nacional do grão.

A Emater estima que o consumo de milho seja de 6,5 milhões de toneladas no Estado, o que não é suprido com a produção regional, considerando o que é exportado. Com a severa estiagem, a safra deve ser de 4 milhões de toneladas, ante 5,9 milhões estimados no meio do ano passado.

O programa lançado envolve três esferas. O primeiro envolve o aumento da produção baseado em assistência técnica e expansão da área irrigada para tornar o Rio Grande do Sul autossuficiente na produção de milho. O segundo envolve a qualidade do cereal, para melhorar processos de secagem e armazenagem de grãos. E, o terceiro, foco em crédito e comercialização, que pretende facilitar o acesso a linhas de crédito oficiais para custeio e investimento na cultura.

Além da alimentação humana, o milho é fundamental para a alimentação animal. As cadeias produtivas de aves, suínos e outros animais usam o milho como ração (70% da ração é composta por milho), já a cadeia leiteira usa o cereal, em sua maior parte, na forma de silagem.

Também participou do evento o deputado estadual Elton Weber (PSB).