Presidente da Assembleia Legislativa destacou situação delicada de escolas em teleconferência com secretário da educação, Faisal Karam, nesta quinta-feira (23)

Ao mesmo tempo que as medidas de distanciamento social são importantes para evitar a disseminação do coronavírus, o deputado estadual Ernani Polo, presidente da Assembleia Legislativa, ressaltou sua preocupação com a difícil realidade de muitas instituições de ensino no Estado, durante audiência realizada virtualmente nesta quinta-feira (23), com o secretário estadual da Educação, Faisal Karam, em atividade promovida pela Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da AL-RS, a fim de apresentar as ações da pasta durante a pandemia de coronavírus. O presidente da Assembleia Legislativa ponderou que é necessário construir alternativas com protocolos e regras para algumas áreas da educação, como no ensino técnico profissionalizante, que possui número reduzido de alunos por sala, onde, por exemplo, poderia com critérios começar uma retomada gradual.

Outro grande temor do presidente da Assembleia é com as universidades comunitárias e privadas: “Tenho muita preocupação neste sentido, pois venho recebendo inúmeras manifestações nos últimos dias, de pais, alunos, docentes e comunidade em geral. Esta é uma questão que envolve toda a sociedade, porque vai dos pais, que precisam retornar ao trabalho, aos filhos, seus cuidadores e professores que precisam de um norte para saber o que fazer. Nas universidades comunitárias e privadas a inadimplência ultrapassa os 50 %. Isso vai colocar em risco a saúde financeira das instituições e provocar um colapso do setor da educação, podendo inclusive gerar muitas demissões nessas instituições de ensino. Um problema que é maior e também envolve escolas infantis, creches. Precisamos evitar urgentemente este colapso na educação. O fechamento desses estabelecimentos está causando um problema sério, especialmente no interior, onde muitos pais e responsáveis voltaram a trabalhar nos últimos dias. Portanto, se faz necessária uma avaliação criteriosa para verificar uma possibilidade de retorno gradual desses segmentos”, salientou o deputado Ernani Polo.