O presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, afirmou nesta sexta-feira (31), em evento do Congresso Nacional, que a tendência é de consolidação de um sistema misto para a realização das atividades legislativas após a pandemia. A projeção foi feita durante live da série “Transparência em debate: processo legislativo virtual e participação popular em período de pandemia”, promovida pela Secretaria da Transparência da Câmara dos Deputados.

No evento, o parlamentar relatou a rotina no Parlamento gaúcho nos últimos meses, com restrições a atividades presenciais e sessões realizadas pelos deputados em ambiente virtual. “Nós todos estamos nos adaptando a uma nova realidade. Há problemas, mas também surgem oportunidades. Um dos legados do uso dessas ferramentas [de reuniões virtuais] são maior transparência e menos custos com deslocamentos”, comentou.

Polo avaliou que, mesmo após a liberação das atividades com presença física, a expectativa é de que seja implementado um sistema misto, com sessões plenárias presenciais e reuniões de comissões e audiências públicas com participação in loco e on-line.

O evento, mediado pelo secretário de Transparência da Câmara, deputado Roberto de Lucena (Pode-SP), também contou com a participação do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás e presidente do Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas, Lissauer Vieira (PSB/GO), e do secretário-geral parlamentar da Assembleia Legislativa de São Paulo, Rodrigo Del Nero.

A iniciativa da Secretaria da Transparência busca explicar para a população como as Casas Legislativas têm viabilizado as discussões e as votações de propostas e aperfeiçoado mecanismos voltados à participação da sociedade neste momento de emergência de saúde pública.