Na reunião ordinária da Comissão da Agricultura, Pecuária e Cooperativismo desta quinta-feira, 16, foram aprovados requerimentos de audiência pública sobre a retirada da vacina da febre aftosa; o futuro da EMATER e a situação do comércio de alimentos e bebidas artesanais nas tendas estabelecidas às margens da rodovia Rota do Sol.

Sobre a retirada da vacina da febre aftosa no Estado do Rio Grande do Sul, foi aprovada audiência para debater sobre a recente solicitação da Secretaria Estadual da Agricultura ao Ministério da Agricultura de uma nova auditoria quanto a necessidade de vacinação dos rebanhos gaúchos. De acordo com o deputado Ernani Polo, o Ministério da Agricultura confirmou a realização de inquérito epidemiológico para o segundo semestre deste ano para o exame de mormo: “A expectativa é que após a verificação, o Rio Grande do Sul possa reivindicar o status de estado livre da doença sem exame”, explicou.

O parlamentar falou também sobre instituir no Estado do Rio Grande do Sul, o programa de conscientização para aplicação de agroquímicos.

Outro requerimento de audiência pública aprovado, por iniciativa do deputado Gabriel Souza, tem como objetivo debater a situação do comércio de alimentos e bebidas artesanais (produtos de origem animal e vegetal), em especial da cachaça, nas tendas estabelecidas às margens da rodovia Rota do Sol. O encontro deve acontecer no município de Itati, sem data definida.

O Futuro da Emater/RS e as políticas do governo para o desenvolvimento do RS é o tema da audiência pública também aprovada pela Comissão. Proposta pelo deputado Jeferson Fernandes e mais 5 deputados, a discussão não tem local e data definidos.