Foi aprovado, por unanimidade, o Projeto de Lei nº 264/2013, de autoria do deputado Ernani Polo, que inclui o ovo “in natura”, desidratado e seus derivados no cardápio da merenda escolar da rede pública estadual de ensino, durante a Sessão Plenária desta terça-feira (04).

De acordo com a Associação Gaúcha de Avicultura, o consumo diário do alimento previne doenças, como a degeneração macular, principal causa da cegueira no Brasil e no mundo. Ademais, o ovo contém quase todos os nutrientes necessários para a dieta humana, sendo um excelente aliado na manutenção da boa memória.

Segundo o deputado Ernani Polo, a inclusão do ovo na merenda escolar da rede estadual irá favorecer os estudantes, proporcionando uma alimentação mais rica, balanceada e nutritiva e também os produtores de ovos: “A atividade de criação de aves no Estado é integrada com a agroindústria, formando uma cadeia de produção altamente especializada, pois as aves poedeiras recebem alimentação à base de milho e farelo de soja e suplementação vitamínica. Nossa produção gaúcha é expressiva, gera empregos e riquezas para nosso Estado com a exportação. Além de oferecermos aos estudantes da rede pública um dos alimentos mais completos depois do leite materno”, destaca o parlamentar.

Um único ovo possui cerca de 6g de proteína, aproximadamente 10% da necessidade diária, além de ser rico vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K) e complexo B, o que aumenta a resistência contra infecções e previne a ocorrência de doenças respiratórias. O ovo também é rico em ferro, selênio, entre outras substâncias que auxiliam no combate à anemia e ajudam na contração muscular, absorção de cálcio e ainda ajuda no fortalecimento do sistema imunológico.

Além dos benefícios para a saúde, o setor de produção de ovos do Estado gera aproximadamente 5 mil empregos diretos e exporta cerca de 3,9 mil toneladas de ovos por ano, sendo o 2º maior exportador do Brasil, com plantel estimado de aves poedeiras na casa de 12 milhões. O consumo per capita no Estado é de 253 ovos por habitante/ano, acima da média nacional, que está em 212.

“Uma alimentação saudável é essencial para as pessoas, pois um alimento nutritivo como o ovo tem muitas propriedades funcionais que auxiliam no desempenho escolar, suprindo os estudantes com vitaminas e energia,” comenta o diretor executivo da Asgav, Eduardo Santos.