O acordo sanitário entre o Brasil e o Uruguai foi tema da reunião da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais, da Assembleia Legislativa, da qual participei em debate proposto pelo presidente do colegiado, deputado Frederico Antunes.

O governador Eduardo Leite e o ministro da Saúde do Uruguai, Daniel Salinas, participaram do encontro feito por videoconferência. Assinado no dia 26 de junho, é o primeiro convênio entre países latino-americanos para o enfrentamento ao coronavírus.

O acordo prevê ações envolvendo os planos sanitário e epidemiológico na área de abrangência da fronteira entre os municípios de Santana do Livramento e Rivera, no Uruguai. O plano foi apresentado pela Secretaria Estadual da Saúde (SES). O governador Eduardo Leite reiterou a disposição do Estado em seguir trabalhando em parceria no combate ao coronavírus.

O planejamento de enfrentamento conjunto ao coronavírus começou no final de maio, quando o governador conversou com o presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou. Além de oferecer apoio técnico ao presidente do país vizinho, Leite elencou a importância de ações de preservação à vida nos municípios fronteiriços: Santana do Livramento e Rivera, Chuí e Chuy, Aceguá e Aceguá, Quaraí e Artigas, Barra do Quaraí e Bella Unión e Jaguarão e Rio Branco.

Com informações de Cristiano Guerra*