Proposta de simplificação dos processos iniciou enquanto parlamentar estava à frente da Secretaria Estadual da Agricultura

Recente balanço da secretaria estadual da agricultura dá conta de que o RS hoje possui mais de 90 municípios que já aderiram ao Susaf, Sistema que permite que produtos de origem da agroindústria familiar possam ser comercializados para outros municípios. O número triplicou após a entrada em vigor de um novo sistema de credenciamento, mais simplificado e não menos eficaz, que permitiu agilizar as adesões. Esta proposta foi construída ainda em 2017, quando o deputado estadual Ernani Polo estava como Secretario da agricultura do Estado e em conjunto com entidades, municípios e produtores, encaminhou a estruturação deste novo modelo que se solidifica agora.

“Como secretário da agricultura do Estado procuramos fortalecer a agroindústria familiar, através do apoio permanente as agroindústrias. Ampliamos as adesões ao Susaf, que permite que produtos sejam comercializados entre municípios gaúchos, possibilitando o fomento da economia local e também aumentamos os estabelecimentos credenciados ao Sisbi, que garante o comercio de produtos para fora do Estado. Tudo com a garantia das condições sanitárias necessárias para a manutenção da qualidade dos alimentos oferecidos a população.
Ainda em 2017, trabalhamos uma proposta de alteração para simplificar as adesões ao Susaf, para que as Agroindústrias familiares pudessem comercializar ainda mais seus produtos em todo o Estado e contamos com o apoio fundamental da Fetag, à qual ressalto o empenho do presidente Carlos Joel da Silva e o diretor Jocimar Rabaioli, da Emater, dos servidores da secretaria da agricultura e do ministério da agricultura para que a proposta se tornasse realidade”, destaca o deputado Ernani Polo.

As adesões ao Susaf, sistema que permite que produtos sejam comercializados entre municípios gaúchos, permitindo o fomento da economia local foi uma realidade na gestão do deputado estadual Ernani Polo frente a secretaria da agricultura do Estado, que iniciou sua gestão com 5 municípios inscritos, finalizando a mesma com 30 adesões. Os estabelecimentos credenciados ao Sisbi, que garante o comércio de produtos para fora do Estado, também foram ampliados.
“Estas ações, representam geração de emprego e renda para a agricultura familiar” , complementa o deputado.