O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ernani Polo acompanhou nesta quarta-feira, (7), da assinatura do decreto que institui o programa Energia Forte no Campo, por parte do governador Eduardo Leite, no Palácio Piratini.

Polo destacou que o programa irá melhorar as redes de distribuição na zona rural gaúcha com a complementação de fases elétricas, substituição de postes de madeira por estruturas de concreto, instalação de transformadores, modernização de sistemas, adequação dos níveis de tensão e ainda a qualificação do atendimento ao consumidor rural. “É importante contar com boas redes de energia elétrica e internet no campo são indispensáveis, nos tempos atuais, para a realização de atividades básicas e para acompanhar as novas tecnologias que garantem aos produtores rurais maior produtividade e eficiência”, disse o presidente.

Serão oferecidos R$ 20 milhões em linhas de crédito para os produtores, mais da metade pelo BRDE, com carência de até dois anos e até oito anos para pagamento. Outros R$ 3 milhões virão de cooperativas e R$ 2 milhões de prefeituras. O governo do Estado prevê a destinação de R$ 4 milhões para o programa.

A iniciativa converge com outras do governo do Estado, como o destravamento de projetos de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), energia solar e eólica, entre outros. Investir na melhoria da infraestrutura é garantir um ambiente mais competitivo para o crescimento do Estado.