O presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, intermediou duas reuniões virtuais, na tarde desta terça-feira (26), entre hospitais e prefeituras do interior com a Secretaria Estadual da Saúde. Nas videoconferências, representantes das instituições e dos municípios apresentaram demandas específicas diretamente à secretária Arita Bergmann.

Na primeira reunião, o presidente do Hospital Beneficência Alto Jacuí, de Não-Me-Toque, Paulo Cervi, solicitou ampliação do contrato com o governo do Estado, avaliação de adesão à Rede de Urgência e Emergência e uma flexibilidade do plano operativo da instituição, que trata de contrapartida de recursos recebidos na forma da realização de serviços. Também acompanharam o encontro o empresário Gilson Trennepohl, a vice-presidente do hospital, Susana Trennepohl, e o tesoureiro da instituição, Gil Cé.

Em um segundo encontro, o prefeito de Minas do Leão e presidente da Associação dos Municípios da Região Carbonífera, Miguel de Souza Almeida, pediu que seja viabilizado ao Hospital de Caridade de São Jerônimo estrutura para tratar casos graves de coronavírus. Prefeitos reivindicam a instalação de 10 leitos de UTIs e de 20 leitos clínicos de isolamento para que a população da região seja atendida na instituição, sem ter de se deslocar a Porto Alegre.

Endossaram o pedido os prefeitos Helton Barreto (General Câmara), Murilo Silva (Triunfo) e Evandro Heberle (São Jerônimo). A demanda compreende ainda os municípios de Arroio dos Ratos, Barão do Triunfo, Butiá, Charqueadas e Vale Verde. Todos têm como referência em saúde o Hospital de Caridade.

A secretária Arita avaliou que iria avaliar com sua equipe técnica todas as demandas apresentadas nas reuniões. Ela antecipou que o governo está em processo de licitação para a abertura de mais leitos para pacientes com Covid-19 no Estado, sendo que 10 estão previstos para serem instalados em São Jerônimo.

O deputado federal Pedro Westphalen acompanhou as duas videoconferências.