Um dos principais atingidos pelos efeitos do coronavírus, o setor do turismo solicitou hoje (22) recursos da bancada federal gaúcha para ações de promoção de roteiros regionais e de qualificação dos operadores para os novos protocolos sanitários. O pedido de R$ 10 milhões em emendas parlamentares foi feito ao coordenador da bancada federal gaúcha, Giovani Cherini, por Assembleia Legislativa, Famurs (Federação das Associações de Municípios do RS), Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo e Comitê de Retomada do Turismo do Rio Grande do Sul. A reunião virtual foi conduzida pelo presidente do Parlamento, Ernani Polo.

Coordenador do Comitê de Retomada do Turismo, Thomas Fontana comentou sobre as dificuldades das empresas do setor pela suspensão das atividades, o que indica a falência de 30% a 40% dos estabelecimentos do segmento. Segundo ele, o cenário dramático faz necessário o apoio financeiro para campanhas de promoção do turismo, contemplando todo o Rio Grande do Sul.

Polo informou sobre uma campanha de incentivo aos roteiros regionais de turismo que está sendo elaborada pela Assembleia em parceria com o governo do Estado com a meta de ajudar na retomada pós-pandemia. “Queremos destacar os roteiros regionais para que as pessoas conheçam e valorizem o Rio Grande”, disse.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rodrigo Lorenzoni, disse que está sendo feito um grande esforço para unir e impulsionar o setor, mas é preciso de apoio do Ministério do Turismo e da bancada federal. Mário Nascimento, coordenador de turismo, agricultura e meio ambiente da Famurs, também reforçou o pedido, dizendo que o segmento turístico pode ser a grande alternativa para a geração de emprego e renda no próximo ano.

Cherini garantiu apoio à “boa causa do turismo” e se comprometeu a levar o tema aos demais deputados federais em reunião marcada para 6 de outubro. Segundo ele, ao lado do agro, o turismo deve ser um dos mais importantes para a retomada da economia pós-Covid-19. “Vou defender o projeto como prioridade da bancada”, garantiu.