Pela primeira vez na história de 185 anos do Legislativo Estadual, o plenário realizou em 2 de abril votações de forma eletrônica e não presencial. A medida foi decorrente da pandemia do coronavírus. O Parlamento fez um grande esforço para rapidamente se adequar às necessidades impostas para conter o avanço da doença. Os 55 deputados estaduais conectaram-se a partir de 24 municípios. A sessão foi acompanhada por mais de 30 mil pessoas, por meio das redes sociais.

Conduzida a partir do Plenário 20 de Setembro pelo presidente da Casa, deputado Ernani Polo, na sessão deliberativa extraordinária, foram aprovados decretos legislativos para o reconhecimento do estado de calamidade pública em municípios gaúchos. Os parlamentares autorizaram Projeto de Resolução que institui o Sistema de Deliberação Remota da Assembleia Legislativa.

A medida foi necessária para evitar aglomerações, e a autorização ocorreu na sessão presencial de 19 de março – a última de forma presencial.